Claro que o intuito desse artigo não é ensinar a instalar um vírus no computador, mas sim demonstrar como é fácil instalar um vírus no computador e ter uma grande dor de cabeça se não houver atenção e preocupação com algumas atitudes tomadas diante do micro.

Para que você tenha uma idéia do que o espera na internet, a Symantec (uma das maiores empresas de segurança e fabricante do antivírus Norton) registrou 711,9 mil vírus em 2007, cerca de 460% a mais que em 2006. Esse ano a F-Secure divulgou que já detectou, até Junho de 2008, 900 mil.

Relacionei 10 passos, que precisam ser evitados a qualquer custo, para que você possa ficar tranqüilo ao navegar pela internet, mas somente isso não garante que não será alvo de algum ataque proveniente de um código malicioso, mas você estará mais seguro do que antes.

1. Não atualize seu sistema operacional
Não importa se você utiliza o Windows, Mac, Linux, ou qualquer outro sistema operacional, se não fizer as atualizações disponibilizadas você terá grandes chances de ser contaminado através de um ataque que explore brechas de segurança conhecidas em seu sistema operacional.

2. Não atualize seu antivírus
Antivírus são necessários para combater os vírus e suas variantes, que como vimos acima surgem novos todos os dias, então não adianta instalar um antivírus e não atualizá-lo. Se você (pior ainda) não possui um antivírus, ou não sabe como configurar o seu, veja esse tutorial de instalação do Avast. Hoje em dia somente um antivírus não resolve o problema, é necessário também um antispyware, se você ainda não possui um, veja esse tutorial sobre o ótimo Spyware Doctor.

3. Acesse sites inseguros (como sites de pornografia)
Os sites de pornografia são o local ideal para uma armadilha para internautas menos atentos. Por quê? Quando uma pessoa entra num desses sites encontra diversos vídeos e fotos a disposição de um clique, mas será que do outro lado do link tem mesmo aquele vídeo ou aquela foto para download ou será algum vírus que será instalado em sua máquina e “com o seu consentimento”?

4. Clique em links suspeitos em e-mails e MSN
Todos os dias recebo vários e-mails com spam e todos eles possuem links ativos que redirecionam para sites falsos de bancos (phishing) e/ou download de códigos maliciosos. Clicar nesses links, mesmo que seja de um remetente conhecido (é muito fácil burlar o remetente de um e-mail ou infectar um computador para envio de e-mails para a lista de contatos), é pedir para ter um prejuízo, seja financeiro ou em dados perdidos no computador. A questão do MSN é a mesma, não clique em links, se receber um link pelo MSN confirme antes com o amigo se realmente ele enviou o link ou algum vírus está fazendo isso.

5. Cadastre seu e-mail em todas as listas e fóruns que puder encontrar na internet
Uma maneira simples de conseguir uma enxurrada de spam em seu e-mail é cadastrá-lo em todas as listas e fóruns que encontrar pela internet. Se você realmente precisa participar de uma lista ou fórum, crie um e-mail somente para isso e fique atento a e-mails que receberá que não fazem parte dessas listas ou fóruns e as delete. Outra alternativa é criar um e-mail temporário somente para o cadastro.

6. Instale qualquer executável que encontrar na internet, sem verificar antes sua procedência
Sempre que precisar de um programa gratuito (freeware) procure em sites confiáveis, como Baixaki e SuperDownloads e evite sites desconhecidos e principalmente evite instalar programas que são oferecidos por e-mail ou em banners em sites e blogs. Mesmo baixando em sites confiáveis, passe um antivírus no arquivo baixado antes de instalar e se perceber alguma mudança no funcionamento do computador desinstale o programa e passa o antivírus.

7. Instale programas piratas, utilizando executáveis que geram códigos válidos
Apesar de ouvirmos muito isso por parte dos detentores dos direitos autorais dos programas que são pirateados, em grande parte é verdade. Muitos geradores de códigos válidos para programas pirateados contem códigos maliciosos que podem infectar sua máquina, por isso tome muito cuidado ao instalar algum software pirata em seu computador.

8. Utilize pen drives e disquetes sem antes fazer uma verificação com um antivírus atualizado
Sempre que for utilizar um pen drive e/ou disquete (incrível ainda há pessoas que os utilizam…rsrs) verifique-o antes com seu antivírus para ter certeza que não está carregando um código malicioso para seu computador. Uma ótima pedida, no caso do pen drive, é instalar um antivírus portable.

9. Abra todos os vídeos que lhe enviarem, principalmente os com apelo sexual
Nem sempre por trás de um link está o que se promete. Armadilhas são construídas todos os dias para pegar os dados dos usuários mais desavisados, e geralmente são utilizados vídeos para chamar a atenção das vítimas, por exemplo vídeos com apelo sexual, de pessoas famosas fazendo algo constrangedor, ou até mesmo utilizando casos policiais famosos (caso Isabella Nardoni).

10. Browser sem segurança
Utilizar um navegador de internet (browser) que não é mais atualizado pelo fabricante é outro ponto falho, certamente ele possui diversas brechas de segurança que já estão sendo utilizadas por criminosos para controlar seu computador. Por exemplo, utilizar o Internet Explorer 6 é pedir para ter problemas de segurança, atualize para o Internet Explorer 7 pelo menos, mas se quiser, realmente, ter segurança baixe o Firefox 3 e depois leia esse artigo sobre instalação do NoScript (eu utilizo e tenho tido ótimos resultados).

Conclusão
O melhor antivírus é você mesmo, siga essas dicas, tenha cuidado com links em e-mails e MSN e não acesse sites que não conhece ou que parecem ser inseguros. Em caso de dúvida consulte o Google e veja se algum usuário já relatou algum problema com o site, proceda da mesma forma para programas que não conhece antes de instalá-lo.

Fonte